Charles Pilger, Blogueiro

Esta é uma das entrevistas, que surgiram como conseqüência direta do meu Post sobre a Blogosfera (sic!) Brasileira e suas motivações.

Charles Pilger é um antigo companheiro de madrugadas e conversas sobre os assuntos mais variados. Também um blogueiro antigo, seria injustiça comigo mesmo não ver as motivações dele para manter um blog.

Caparica:
Quando vc começou a “blogar”, qual era a tua motivação?

Charles:
Atualizar minha página pessoal. Já tinha um site, com uma que outra página interna, e achava chata a manutenção da mesma. Daí fiquei conhecendo o formato blog e achei legal. Aderi.

Caparica:
Há quanto tempo o seu blog está no ar?

Charles:
O blog está no ar desde o dia 2 de janeiro de 2001, sendo que o site “Charles? Que Charles?” entrou no ar lá pela metade de 1996.

Caparica:
Fora o “Charles? Que Charles?“, você já teve ou participou de algum outro blog?

Charles:
Tive um de tecnologia no Desembucha.net, o “Ex machina”, além de ter participado de uma versão masculina do “Delícias Cremosas” cujo nome não lembro. Participei uma época do Teras também.

Outro blog que eu participei foi o Don’t Believe The Hype, onde eu assinava como Mahna Mahna. Infelizmente esse site acabou saindo do ar por problemas técnicos.

Caparica:
Em algum momento, você já encarou o seu Blog como um empreendimento?

Charles:
Olha, é óbvio que eu já pensei em ganhar uns troquinhos botando uns AdTexts no meu blog, mas acabei não indo atrás até por uma questão de preguiça. De qualquer maneira eu nunca pensei em criar um blog para ganhar dinheiro.

Mas o caso é que pensar num blog para ganhar grana… Ora, se eu quero ganhar grana vou desenvolver algo ligado a sexo, que isso sim dá dinheiro na rede 😀

Caparica:
Como vc encara a questão do uso desenfreado de técnicas de SEO e o impacto negativo que isto pode ter na credibilidade de um Blog?

Charles:
Bah Caparica, é dificil dizer… Não sei se o uso de técnicas de SEO afetam a credibilidade de um blog, até porque dois blogueiros podem usar as mesmas técnicas só que um é um cara sério e outro não. Conheço gente boa que usa técnicas de SEO e cujo conteúdo eu posso confiar (o Jânio Sarmento é um desses caras), assim como conheço picaretas que usam SEO… Bem, sei lá. Não sei muito dessa área, e nem me interesso muito.

O caso que a credibilidade está no conteúdo do post. Sabe quando você vê um post dizendo “esse livro é muito bom, maravilhoso, deve ser lido” e não se aprofunda, faz uma resenha que não acrescenta nada, mas tá lá o link pro afiliados do Submarino? Pois é esse o maior problema na minha opinião.

Caparica:
Então basicamente o “X da questão” seria uma diferença de discursos e a postura… É isto?

Charles:
Sim. É ver que tem gente que toma cuidado com o que coloca e ver que tem gente que está tão preocupada em catar acessos que coloca qualquer coisa. Se os Mamonas tivesse morrido ontem e não a 10 anos atrás podemos ter certeza que hoje ia ter uma porção de blogs por aí com as fotos dos integrantes depedaçados só para atrair acessos. Tá meio que faltando discernimento das pessoas na hora de colocar conteúdo na rede.

Caparica:
Você consegue estabelecer perspectivas para o seu blog nos próximos anos?

Charles:
Não e nem quero 🙂 Meu blog antes de mais nada é um hobby, e até me surpreendo que ele seja tão levado a sério. Alguma coisa errado devo estar fazendo 😀

Caparica:
Que parte da “Atividade de Blogar” te proporciona mais prazer?

Charles:
É quando vejo que o texto que eu escrevi não ficou de todo ruim.

One Reply to “Charles Pilger, Blogueiro”

Comments are closed.