Massa Crítica e Tentativa de Assassinato

A Massa Crítica (Critical Mass ou Bicicletada) é um movimento iniciado em 1998 que acontece em várias cidades do mundo, geralmente na última sexta-feira de cada mês.


Critical Mass em Curitiba.


Critical Mass em Roma.


Critical Mass em Vancouver.

Na última sexta-feira (dia 25 de Fevereiro de 2011), na cidade de Porto Alegre, um incidente lastimável ocorreu:

Para mais sobre o absurdo: #criticalmass, #massacritica ou #bicicletada.

A bicicleta é um meio de transporte, precisa de condições favoráveis para o uso, é o sistema de transporte humano mais sustentável, principalmente no meio urbano.

“Voyage: Bonitinho, mas Ordinário!”

Voyage: Bonitinho, mas Ordinário!” É assim que começa o relato de uma grande amiga que comprou um VolksWagen Voyage zero em 2009 e com ele, teve alguns inconvenientes. Leiam abaixo:

Voyage: Bonitinho, mas Ordinário!

Em Março de 2009 comprei um veículo Voyage 1.0. Não foi uma decisão rápida. Fui em 5 ou 6 concessionárias entre Renault, Fiat, GM e VW. Passei 1 mês testando modelos e negociando valores. Não teve jeito, me apaixonei pelo design do Voyage e consegui um desconto razoável na concessionária BREMEN em Recife. Era a época de isenção do IPI. Dei meu bom e velho Fiat Uno Mille Fire (que por sinal nunca me deu problema nos 5 anos que passei com ele) de entrada e o restante paguei A VISTA, na tora! Juntei dinheiro por um bom tempo, usei a rescisão do antigo emprego e meu pai emprestou o restinho que faltava pra eu não precisar financiar e comprei o carro que tanto queria. Meus planos: Passar 05 anos sem maiores dores de cabeça, até juntar dinheiro novamente para trocá-lo.

Nos primeiros meses que estava com o carro, a buzina parou de funcionar. Voltei na Bremen, abri um chamado em torno de 50 dias depois minha buzina chegou e foi substituída.

Depois o carro começou com um problema no ar-condicionado. Ficava entrando e saindo intermitentemente, não me perguntem o porquê. O vidro elétrico traseiro do lado esquerdo parou de funcionar e o carro desligava do nada, no meio da rua. Como estava perto da revisão deixei pra resolver tudo à época.

Quando compareci à revisão em março de 2010 (01 ano depois, visto que rodo pouco e o carro não tinha atingido os 10 mil km) que agendei na concessionária DISNOVE por ser logisticamente mais conveniente, descobri que havia 04 recalls que meu carro se enquadrava: O do rolamento das rodas, o do comando do motor, o de reprogramação de softwares e o do óleo do motor. Também não sei direito o que significa cada problema desses.

O carro passou uns 02 dias e foram corrigidos (temporariamente) todos os problemas.

Quando fui buscar o carro me deram um livrinho de manutenção novo (que confesso que não li) e fui informada que deveria comparecer em 06 meses (setembro/2010 no caso) para a 2ª etapa do recall do óleo, que deveria ser substituído novamente, e depois retornaria à rotina de revisões normalmente.

Confesso aqui que esqueci completamente de ir à concessionária em setembro, até porque eu sei que recall não é uma data rígida, mas um período que é dado para correção de problemas de fabricação.

Nesse meio tempo, o pára-brisa trincou e ao acionar o seguro, fui informada que era um defeito de fabricação do Voyage e que eu tentasse trocar na concessionária.

Mais uma vez fui à Disnove e foi substituído o pára-brisa sem ônus para mim.
Em Dezembro lembrei-me do recall que faltei em setembro e agendei novamente na Disnove para substituir o óleo. O agendamento foi feito para o início de Janeiro. Chegando lá, fui informada apenas que por não ter comparecido em setembro, eu teria que pagar também pela mão de obra. Recusei-me a pagar R$ 458,00 para trocar um óleo de carro e fui embora.

Nessa mesma época o carro começou a apresentar 4 problemas simultâneos:
A luz do óleo do motor está acendendo direto (não sei se há algum problema de lubrificação do motor), começou um vazamento de óleo, o ar pifou de vez , está fazendo um barulho quando a direção está totalmente virada (me falaram que é junta homo cinética) e o vidro novamente parou de funcionar.

Voltei a agendar na Disnove e lá chegando (ontem 23/02/11) fui informada que as revisões tinham sido reprogramadas de 12 para 6 meses, e que a data que estava agendada no meu livrinho era para revisão, não para recall.

E pior, por eu ter perdido esta revisão eu PERDI a garantia do carro. A garantia do motor (que ainda faltava 01 ano para vencer e a que mais me preocupa) e uma possível extensão de garantia que poderia conseguir para o ar-condicionado, visto que na época da 1ª revisão o mesmo já apresentava problemas. Perdi tudo! Vou ter que arcar com todo o prejuízo dos inúmeros problemas que meu carro novo apresenta.

Tentei abrir uma reclamação no site da VW, sem sucesso. Liguei para o 0800 e o atendente falou que não poderia me ajudar e eu realmente havia perdido a garantia e as possíveis extensões.

Ok, eu não prestei atenção nas datas , mas não sou especialista (nem curiosa) em carros, não fui bem informada sobre a questão das revisões e não assinei NADA que comprove que estava ciente das modificações.

Xeretando na internet (é só colocar “problema Voyage” no Google), descobri que muitas pessoas estão com o mesmo problema que eu, com seus carros novos apresentando muitos defeitos e também desamparadas pela VW e suas concessionárias . Inclusive, acredito que estes problemas de motor devem ter motivado a VW mudar seu plano de manutenção de 12 para 6 meses, o que é totalmente não convencional e deveria ser amplamente divulgado e explicado.

Estou refém de uma situação que por mais que me ponham a culpa tenho convicção que fui lesada como consumidora e estou chegando a conclusão que a saída será buscar na justiça, como as outras pessoas que foram lesadas estão fazendo.

Assim que eu consertar todos os problemas pretendo vender o carro e NUNCA MAIS pisar numa concessionária da Volkswagen, que está produzindo carroças ao invés de carros e desrespeitando seus clientes de várias formas.

– Juliana Santana – Recife-PE

Divertido não é?! Este é mais um exemplo de como uma prestação de serviço mal conduzida pode provocar “desencantos” nos consumidores. =/

Apple Store Brasil

No final da tarde de ontem, tive um aborrecimento. Como consumidor, me sinto lesado. Abaixo segue o relato dos fatos que antecederam este triste desfecho.

Apple Store Brasil

No dia 29 de Novembro de 2010, acessei a loja online da Apple Store Brasil, em busca de uma nova capa protetora para meu iPhone 3Gs. A atual, já dava sinais de que precisava ser aposentada. Lá, encontrei um modelo da BELKIN (Belkin Grip Vue Case) que me interessou.

Encomendei duas unidades: uma pra mim mesmo, e outra para presentear a minha irmã, que também possui um iPhone 3Gs, no Natal. Cada uma das capas protetoras, sairia por R$ 63,00, num total de R$ 126,00 e com o frete grátis. Convenhamos, é um valor bem alto para ser pago numa “simples” capa de celular, mas – “tudo bem…” – era Natal. Mandei ver no Cartão de Crédito.

Após o pedido ser feito, a primeira “decepção“. Na mensagem recebida em meu e-mail, com a confirmação do pedido, pela primeira vez eu estava sendo informado sobre o prazo real para a entrega:

O prazo inicial de entrega era de mais de dois meses. Um produto que havia sido comprado com a intenção de ser presenteado no Natal, estava previsto para chegar mais de um mês depois desta data. Apenas por isto, esta história já poderia ser considerada um absurdo em termos de prestação de serviços. Mas naquele instante, eu resolvi esperar pelos produtos. Afinal, “o que mais eu poderia fazer?“. Porém, esta história ainda vai piorar um bom bocado…

No dia 26 de Janeiro de 2011 (um mês após o Natal!), recebi um novo mail da Apple, cujo conteúdo reproduzo aqui:

Agradecemos sua recente compra na Apple Store.

Gostaríamos de comunicar uma atualização em relação ao status do seu pedido •••••••••••••.

Queremos avisá-lo(a) de que houve um atraso no envio de alguns itens do
seu pedido. Nós antecipamos o envio do(s) seguinte(s) item(ns):

TY162VC/B, BELKIN GRIP VUE CASE 3GS CLEAR-CAF
Envio em 24 Mar
Entrega entre 31 Mar

Lamentamos qualquer inconveniente que esse atraso possa causar.

Surreal não acham?! Como assim “houve um atraso” e “Nós antecipamos o envio do(s) seguinte(s) item(ns)“?! Em meu pedido consta apenas um par de capas protetoras! Duas unidades do mesmo produto! Texto de mala direta mal feito…

Creiam em mim, surreal mesmo, pois esta história ainda vai piorar um pouco mais. Não bastando o prazo ter sido novamente dilatado, a esta altura do mês de Janeiro, eu já havia pago a fatura do cartão de crédito… Um desaforo… Uma extrema falta de respeito com o consumidor. Mas, resignado, ainda mantive a intenção de esperar pela entrega da minha encomenda.

Ontem, dia 17 de Fevereiro de 2011, já no final da tarde, ao abrir o meu mail encontro a cereja do bolo… a última gota d’água que o balde podia aguentar… Vejam só:

Dear Customer,

Thank you for shopping at the Apple Store..

Apple no longer offers the TY162VC/B (BELKIN GRIP VUE CASE 3GS CLEAR) that you requested. As a result, it has been removed from your order. We apologize for any inconvenience this may cause.

To view all current products offered by Apple, visit the Apple Online Store at . To make changes or add a different item to order <•••••••••••••>, please contact Apple Store Customer Service at 1-800-676-2775.

Sincerely,

Apple Online Store

Answers to many Apple Online Store questions can be found at Online Help:


Prezado(a) Cliente,

Obrigado por comprar na Apple Store.

A Apple não oferece mais o(a) TY162VC/B (BELKIN GRIP VUE CASE 3GS CLEAR) que você solicitou. Consequentemente, o produto foi removido do seu pedido. Pedimos desculpas por qualquer inconveniência causada.

Para ver todos os produtos oferecidos pela Apple no momento, visite a Apple Online Store em Para fazer alterações ou adicionar um item diferente ao pedido <•••••••••••••>, entre em contato com o Atendimento ao Cliente da Apple Store em 1-800-676-2775.

Respostas para muitas perguntas sobre a Apple Online Store podem ser encontradas na Ajuda on-line:

Atenciosamente,

Apple Online Store

Acessando a loja virtual, vejo a seguinte mensagem:

Frustração pouca é bobagem! E nem mesmo uma linha de texto pra dizer se algum dia eu iria ver de volta a cor do dinheiro que eu já havia pago. Transtorno, raiva, dor de cabeça… O triste sentimento de se sentir lesado. Como não sou um desocupado, só tive tempo de ligar para o 0800 já no meio da noite.

Ligação feita, sou atendido até rapidamente. E depois de estar sendo repassado para um segundo funcionário do CallCenter, informar meus dados pessoais e explicar a situação, fui informado que o procedimento padrão é que o extorno do valor pago no cartão de crédito seja feito em até 10 días úteis. Observem bem: Se eu não ligasse, sequer saberia disto.

Fui informado também que no sistema deles constava que EU (wtf!?) havia feito o cancelamento do meu pedido no último dia 15 de Fevereiro (novamente: wtf!?).

Deixei bem claro para o coitado do CallCenter que o cancelamento não era algo que eu desejasse e que estava bastante insatisfeito com todo o tratamento que estava recebendo como cliente. Fui orientado a registrar uma reclamação na própria Apple Store. Mas acho que só isto, sinceramente, não basta…

Sou usuário de produtos e cliente da Apple há mais de 14 anos, se não me falha a memória. Não sou um fanático, mas já convenci muitos familiares, amigos e alunos a utilizar produtos desta marca. Possuo um iBook G4, um MacBook Aluminium, um iPod Classic e um IPhone 3Gs. No meu carro há um adesivo da maça… O meu iPhone, vejam só vocês, nem tem JailBreak

Mesmo que eu não tivesse nenhum destes fatos no meu histórico, entendo que eu deveria ter um atendimento impecável. Com este episódio, toda a minha experiência enquanto consumidor dos produtos e serviços oferecidos pela Apple está manchada.

Antes de qualquer coisa, se a empresa não possui o produto em estoque no Brasil, que deixe bem claro ao potencial comprador que o prazo para entrega poderá ser muito maior que o usual. A Apple Store Brasil falhou catastroficamente neste ponto. Imperdoável, inadmissível… Pior que isto é levar mais de dois meses para comunicar de forma fria e impessoal que não terá competência para honrar o seu compromisso. Absurdo!

E é por esta razão que não relato toda esta minha insatisfação apenas no formulário de feedback da Apple Store. Escrevo aqui, para que todos os meus familiares, amigos, alunos, etc. entendam se em algum momento no futuro eu mudar minha postura para com a marca. Lá, no formulário de feedback, postei apenas um link para este relato, para que a empresa esteja ciente também do meu descontentamento.