Combo cinematográfico

E neste sábado passado, resolvemos fazer um “combo cinematográfico“. Fomos pro cinema e vimos dois filmes, parando apenas para jantar: The Wolverine (2013) e após o jantar, Pacific Rim (2013), este último em 3D e tudo mais…

theWolverine

The Wolverine é um bom filme pra quem lembra do quão ruim foi o filme anterior. Mas, pra quem se prende muito aos cânones da cronologia dos quadrinhos, a coisa pode azedar um pouco. Principalmente em se tratando do familiares da Mariko Yashida e própria origem do Samurai de Prata.

A aparição de Jean Grey como uma assombração/encosto nos sonhos do baixinho canadense eu considerei um pouco desnecessária. E a construção da relação do Logan com a Marikopelo menos pra mim que acompanhei a coisa pelos quadrinhos há algumas décadas – pareceu meio “corrido” demais. Mesmo assim, leva umas quatro cebolas em cinco, com facilidade. A cena pós créditos é muito, muito boa. Não saiam da sala de projeção sem ver isto, pois até ajuda a subir a “nota” do filme.


pacificRim

Pacific Rim, por sua vez, foi uma das coisas mais irritantes que já vi em uma sala de cinema. Até o momento em que parei de levar a coisa na seriedade e encarei como uma piada ruim e longa.

No filme, uma série de monstros no estilo “Godzilla” (!) (chamados de Kaiju, seguindo a tradição Japonesa.) vindos de uma dimensão paralela por um portal que se abriu nas profundezas do oceano pacífico (daí vem o nome do filme, Círculo de Fogo na versão Pt_Br). Para combater esta ameaça global, a humanidade deixa de lado suas diferenças pra construir robôs gigantes (Megazords (!), que no filme são Mechas, chamados de Jaegers (!)).

Comparar os Kaijus do filme com o Godzilla é uma sacanagem com o nanico clássico monstro Japonês. Na verdade, o próprio monstro de Cloverfield é menor que os monstros deste filme. Mas isto não nos salva de uma série de clichês e piadas bastante óbvias permeando um roteiro igualmente óbvio. É um filme violento demais para ser “censura livre“. Mas, ao mesmo tempo, é um filme bobo/estúpido demais para não ser… As estratégias de batalha e até mesmo as técnicas de luta dos Mechas fariam o Dr. Gori dar gargalhadas homéricas. É divertido, mas apenas se não for visto com “seriedade”. Vale umas duas cebolas e um quarto, em cinco.


Entre os dois filmes, The Wolverine vale muito mais o preço pago pelo ingresso que Pacific Rim, que eu poderia ter visto no Cine Torrent, sem culpa.

Ghost Rider: Spirit of Vengeance

E o filme da noite foi o Ghost Rider: Spirit of Vengeance (2011). A continuação (ou é um reboot?) do Motoqueiro Fantasma (2007) também com o Nicolas Cage no papel do cabeça de fósforo, Mefisto/Mephistofeles (que neste segundo filme é chamado de Roarke(?!)).

Ghost Rider 2?

E piora: No primeiro filme, o Santanás da Marvel era interpretado por Peter Fonda, no segundo por Ciarán Hinds. O primeiro filme, mesmo fraco, é bem melhor.

HQs: X-Men

X-Men

X-Men nº 68, publicada pela Editora Abril em junho de 1994, com 84 páginas. São três histórias com os X-Men dentro do arco “Programa de Extermínio“. A primeira história é escrita por Chris Claremont e desenhada por Jim Lee. A segunda, escrita por Louise Simonson e desenhada por Rob Liefeld. E a terceira, escrita por Louise Simonson e desenhada por Jon Bogdanove.

X-Men nº 69, publicada pela Editora Abril em julho de 1994, com 84 páginas. Quatro histórias nesta revista. As três primeiras, do arco “Programa de Extermínio“. A primeira história, escrita por Chris Claremont e desenhada por Jim Lee. A segunda, escrita por Louise Simonson e desenhada por Rob Liefeld. E a terceira, escrita por Louise Simonson e desenhada por Jon Bogdanove e John Caponigro. Fechando a revista, uma história com o personagem Solo, escrita por Eric Fein e desenhada por Mark Runyan.

X-Men nº 70, publicada pela Editora Abril em agosto de 1994, com 84 páginas. São mais três histórias, concluindo o arco “Programa de Extermínio“. A primeira história é escrita por Chris Claremont e desenhada por Jim Lee. A segunda, escrita por Louise Simonson e desenhada por Guang Yap. E a terceira, escrita por Louise Simonson e desenhada por Jon Bogdanove.

X-Men nº 71, publicada pela Editora Abril em setembro de 1994, com 84 páginas. Três histórias nesta revista: As duas primeiras, com os X-men, uma escrita por Chris Claremont e desenhada por um batalhão: John Byrne, Michael Golden, Klaus Janson, Rick Leonardi, Marc Silvestri, Jim Lee, Whilce Portacio, Larry Stroman. Outra escrita por Chris Claremont e Jim Lee e desenhada por Jim Lee. E fechando, uma história com o X-Factor, escrita por Louise Simonson e desenhada por Whilce Portacio.

X-Men nº 72, publicada pela Editora Abril em outubro de 1994, com 84 páginas. São três histórias: A primeira – com os X-men – escrita por Chris Claremont e desenhada por Jim Lee. A segunda, com os Novos Mutantes, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Rob Liefeld. E fechando, mais uma história com o X-Factor, escrita por Louise Simonson e desenhada por Whilce Portacio.

X-Men nº 73, publicada pela Editora Abril em novembro de 1994, com 84 páginas. São três histórias: Uma com os X-men, escrita por Chris Claremont e desenhada por Jim Lee. Mais uma com os Novos Mutantes, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Rob Liefeld. E encerrando, outra com o X-Factor, escrita por Jim Lee e desenhada por Whilce Portacio.

X-Men nº 74, publicada pela Editora Abril em dezembro de 1994, com 84 páginas. São três histórias: A primeira, com os Novos Mutantes, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Rob Liefeld. A segunda com o X-Factor, escrita por Chris Claremont e desenhada por Whilce Portacio. E a terceira com os X-men, escrita por Chris Claremont e desenhada por Jim Lee.

X-Men nº 75, publicada pela Editora Abril em janeiro de 1995, com 84 páginas. Uma história do X-Factor, escrita por Chris Claremont, Jim Lee e Whilce Portacio e desenhada por Whilce Portacio. Uma história com os Novos Mutantes, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Kirk Jarvinen. E fechando, uma história com o X-Men, escrita por Chris Claremont e desenhada por Paul Smith.

X-Men nº 76, publicada pela Editora Abril em fevereiro de 1995, com 84 páginas. Um par de histórias com os X-Men: A primeira escrita por Chris Claremont e Fabian Nicieza, desenhada por Andy Kubert e Whilce Portacio. A segunda, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Jerry Decaire. E, fechando a revista, uma outra publicada originalmente na revista do Thor, escrita por Tom Defalco e desenhada por Ron Frenz.

X-Men nº 77, publicada pela Editora Abril em março de 1995, com 84 páginas. Quatro histórias: Uma, com os X-Men, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Andy Kubert e Steven Butler. Duas com o X-Factor, a primeira escrita por Peter David e desenhada por Kirk Jarvinen. A segunda, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Steven Butler. Fechando a revista, uma história com o Wolverine, escrita por Larry Hama e desenhada por Jerry Decaire.

X-Men nº 78, publicada pela Editora Abril em abril de 1995, com 84 páginas. Três histórias com a X-Force, escritas por Fabian Nicieza e Rob Liefeld, desenhadas por Rob Liefeld.

X-Men nº 79, publicada pela Editora Abril em maio de 1995, com 84 páginas. Três histórias: Uma da X-Force, publicada originalmente nas revistas do Homem-Aranha, escrita por Todd McFarlane, Fabian Nicieza e Rob Liefeld e desenhada por Todd McFarlane e Rob Liefeld. Uma história do Justiceiro, escrita por Mike Baron e Marcus McLaurin e desenhada por Val Mayerik. E fechando a revista uma história do X-Factor escrita por Peter David e desenhada por Larry Stroman.

X-Men nº 80, publicada pela Editora Abril em junho de 1995, com 84 páginas. Uma história com os X-Men, escrita por John Byrne, Jim Lee e Whilce Portacio, desenhada por Whilce Portacio. Uma história com a X-Force, escrita por Fabian Nicieza e Rob Liefeld, desenhada por Rob Liefeld. E novamente fechando a revista o X-Factor, com história escrita por Peter David e desenhada por Larry Stroman.

X-Men nº 81, publicada pela Editora Abril em julho de 1995, com 84 páginas. Três histórias: A primeira, dos X-Men, escrita por Whilce Portacio e John Byrne com desenhos de Whilce Portacio. A segunda com o Pigmeu da Tropa Alfa e uma terceira história com o X-Factor escrita por Peter David e desenhada por Larry Stroman.

X-Men nº 82, publicada pela Editora Abril em agosto de 1995, com 84 páginas. Com quatro história: Duas com os X-Men, escritas por John Byrne, Whilce Portacio e desenhadas por Whilce Portacio. A terceira história, com o cabeça de teia, escrita por Susan Kennedy e ilustrada por Malcolm Davis. A quarta história, com o X-Factor, escrita por Peter David e desenhada por Larry Stroman.

X-Men nº 83, publicada pela Editora Abril em setembro de 1995, com 84 páginas. Três histórias: A primeira com os X-Men, escrita por: Jim Lee, Scott Lobdell e Whilce Portacio, desenhada por Jim Lee e Whilce Portacio. A segunda, com a X-Force, escrita por Fabian Nicieza e Rob Liefeld, desenhada por Rob Liefeld. A terceira, e última, com o X-Factor, escrita por Peter David e desenhada por Larry Stroman.

X-Men nº 84, publicada pela Editora Abril em outubro de 1995, com 84 páginas. Três histórias nesta revista: Duas histórias com os X-Men, a primeira escrita por Jim Lee e Scott Lobdell, desenhada por John Romita Jr., a segunda escrita por John Byrne, Jim Lee, Scott Lobdell e Whilce Portacio, desenhada por Andy Kubert e com arte-final de Bill Sienkiewicz. Fechando a revista, uma história com a X-Force, escrita por Fabian Nicieza e Rob Liefeld, desenhada por Mike Mignola e Rob Liefeld.

X-Men nº 85, publicada pela Editora Abril em novembro de 1995, com 84 páginas. A primeira com os X-Men, escrita por Scott Lobdell e desenhada por Whilce Portacio. A segunda, também com os X-Men, escrita por XXXXXXXXXX e desenhada por XXXXXXXXXX. A terceira história com a X-Force, com argumentos de Fabian Nicieza e Rob Liefeld, com desenhos de Rob Liefeld. E fechando, uma história da Arma X (Kane).

X-Men nº 86, publicada pela Editora Abril em dezembro de 1995, com 84 páginas. Com três histórias: As duas primeiras, com a X-Force, escritas por Fabian Nicieza e Rob Liefeld, desenhadas por Mark Pacella. A terceira – e última – com os X-Men, escrita por Scott Lobdell e desenhada por Tom Raney.

X-Men nº 87, publicada pela Editora Abril em janeiro de 1996, com 84 páginas. Três histórias: Uma com os X-Men, escrita por Scott Lobdell e desenhada por Tom Raney e Rurik Tyler. A segunda, com a X-Force, escrita por Fabian Nicieza e Rob Liefeld e desenhada por Mark Pacella. A terceira história com Jubileu e Wolverine, foi escrita por Dan Slott e desenhada por Karl Altstaetter.

X-Men nº 88, publicada pela Editora Abril em fevereiro de 1996, com 84 páginas. Três histórias nesta revista. Duas com os X-Men: a primeira escrita por Scott Lobdell e desenhada por Tom Raney e Rurik Tyler. A segunda, com XXXXXXXX, escrita por Skip Dietz e desenhada por Herb Trimpe. E também uma história com a X-Force, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Greg Capullo e Terry Shoemaker.

X-Men nº 89, publicada pela Editora Abril em março de 1996, com 84 páginas. “A matéria-prima dos sonhos”, com Wolverine e Venom, escrita por Howard Mackie e desenhada por Sam Kieth. "Sonhos não matam…mas até que tentam!",
com Wolverine e Venom. "Sonhando com o inimigo", com Wolverine e Venom. "De coração e alma", com Tempestade, Arcanjo, Jubileu, Professor X, Fera, Shinobi Shaw, Bishop, Candra, Gambit

X-Men nº 90, publicada pela Editora Abril em abril de 1996, com 84 páginas. Uma história com os X-Men escrita por Scott Lobdell e desenhada por Brandon Peterson.Uma história com a X-Force escrita por ????????????? e desenhada por . E mais uma com os X-Men escrita por Scott Lobdell e desenhada por Brandon Peterson.

X-Men nº 91, publicada pela Editora Abril em maio de 1996, com 84 páginas. Três histórias com os X-Men. Duas escritas por Scott Lobdell e desenhadas por Brandon Peterson. Outra escrita por Scott Lobdell e desenhada por John Romita Jr.

X-Men nº 92, publicada pela Editora Abril em junho de 1996, com 84 páginas. Com os X-Men escrita por Scott Lobdell e desenhada por John Romita Jr. E outra, com ????????????, escrita por Peter David, desenhada por Joe Quesada.

X-Men nº 93, publicada pela Editora Abril em julho de 1996, com 84 páginas. Três histórias: Uma com a X-Force, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Greg Capullo. Uma com o X-Factor, escrita por Scott Lobdell e desenhada por Joe Quesada. Fechando a revista, uma história com os X-Men, escrita por Scott Lobdell e desenhada por Richard Bennett.

X-Men nº 94, publicada pela Editora Abril em agosto de 1996, com 84 páginas. Três histórias com os X-Men, escritas por Scott Lobdell. Uma desenhada por Jan Duursema e as restantes desenhadas por John Romita Jr.

X-Men nº 95, publicada pela Editora Abril em setembro de 1996, com 84 páginas. Uma com os X-Men, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Mike McKone e Mark McKenna. Outra história com a X-Force escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Mat Broome.

X-Men nº 96, publicada pela Editora Abril em outubro de 1996, com 84 páginas. Três histórias com os X-Men: Duas escritas por Scott Lobdell e desenhadas por John Romita Jr. Outra, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Mat Broome