2017.1 foi mais ou menos assim.

Neste semestre a produção das disciplinas que ministro no curso de Design do Centro Acadêmico do Agreste da UFPE renderam resultados interessantes e – em alguns momentos – surpreendentes.

Neste semestre, entendi que a ‘entrega’ dos trabalhos finais das disciplinas que ministro (Game Design e Interação Homem-Computador) poderiam ser melhor documentada se fossem produzidos vídeos apresentando os trabalhos.

O resultado é o que segue abaixo. Primeiro, o que foi produzido em Game Design, que no semestre de 2017.2 será ofertada no eixo de Estética:

Virus

Aqui você pode ver uma Explicação sobre o Virus.

Alunos que formavam a equipe: Anderson Henrique Alexandrino de Lima, Jonas dos Santos Torres, Maria Eduarda Bastos do Nascimento, Ramire Lins Bezerra.

Continue reading “2017.1 foi mais ou menos assim.”

Resultados…

Defesas2013.1

Mas e os resultados?!
Já deveria ter colocado isto por aqui há mais tempo. É parte (coisas de 2013) do resultado de meu tempo como professor, coordenador de curso e orientador de trabalhos de conclusão de curso nas Faculdades Integradas Barros Melo.

Meus orientandos e seus Trabalhos de Conclusão de Curso 2013.1
Felipe Semente A Sobrado: Uma noite no Recife
(Jogo de Tabuleiro)
Milena Carneiro Pela toca do Coelho
(Jogo de Tabuleiro)
Paloma Campos O Pequeno Príncipe: A jornada
(Jogo de Tabuleiro)
Regildo Fernando Tracks: Criação de um revista para tablets
(Adobe DPS)
Kaliana Pinheiro Portfólio digital para tablets: Empresa Maga
(Adobe DPS)
Jefferson Alípio Design editorial e design de interação para criação da revista interativa “Touch Magazine”
(Adobe DPS)
Vicente Jr. RefDesign.com.br
(Web Design)

Abaixo, alguns registros das defesas e dos artefatos de design apresentados pelos novos designers.

TCC_jefferson
Defesa de Jefferson.

TCC_Kaliana
Defesa de Kaliana.

Portfolio from Kaliana on Vimeo.


TCC_gilFernando
Defesa de Gil Fernando.

Tracks Magazine from (Gil) Fernando Oliveira on Vimeo.


War in Rio, o Jogo.

 

War in Rio, a marca.

 

“O objetivo do projeto é gerar uma discussão através de uma proposta cínica de diversão.

Pegando carona no fenômeno de massa ‘A Tropa da Elite’, a idéia é perguntar ao cidadão carioca se ele acha que esse tipo de entretenimento combina com pipoca ou com uma reflexão profunda sobre a realidade de sua cidade.

Por outro lado é também um jogo bem planejado e realizado: uma paródia irresistível para os amantes do clássico e politicamente incorreto passatempo de guerra. No lugar de invadir Moscou, conquistar a África ou aniquilar os exércitos brancos, que tal invadir a Cidade de Deus, conquistar a Baixada ou eliminar o Comando Vermelho?

War in Rio é reflexão e entretenimento canalha.”

 

War in Rio, o tabuleiro.

 

Um projeto simplesmente genial do Fábio Lopes, que também mantém um blog onde fala muito bem sobre Design, tipografia e filatelia.

Ps.:
Dica preciosa do Khris.