Correntes em redes sociais.

Normalmente eu não dou a menor atenção para correntes. Menos ainda quando são estas correntes que circulam em redes sociais. Não que eu seja (muito) antipático ou que eu seja anti-social… É só uma questão de desinteresse mesmo.

Mas hj pela manhã chegou uma corrente enviada por Genaro que eu até achei interessante. Não só por ser algo relacionado com música. Mas, por ter me feito parar pra pensar um pouco em coisas que ouvi ao longo dos anos.

Enfim, seguindo uma tradição, não vou dar seqüência na corrente nas redes sociais do jeito que ela pede. Motivo: Pq eu não quero. Vou botar a coisa pra andar por aqui mesmo… E aproveito pra dar algum movimento por aqui pelo blog. Vamos lá:

Continue reading “Correntes em redes sociais.”

Um “táxi autônomo voador”?

Não, obrigado…

Provavelmente sou fruto de uma geração que encararia a possibilidade de ter um carro voador de forma bem particular. Depois de anos jogando simuladores de naves espaciais e de combate como Flight Simulator (1976~2014), X-Wing (1993), Tie-Fighter (1994), Descent (1994), I’ve Found Her (2003), Battlestar Galactica (2003) e tantos outros, eu certamente gostaria de poder controlar/pilotar (pelo menos de alguma forma) a geringonça. Eu gostaria de ter o ‘prazer’ de contar com um ‘joystick‘ à minha disposição…

Mesmo sabendo que por questões de segurança a parte mais ‘crítica’ do processo de pilotagem ficasse nas mãos de toda a tecnologia embarcada, eu tenho certeza que me seria muito mais interessante a experiência de estar ali, tendo algum tipo de protagonismo.

Mais infos sobre: