CSI: Crime Scene Investigation

CSI (ou CSI: Las Vegas) é um seriado de TV ambientado na cidade de Las Vegas que conta as aventuras de uma equipe de detetives forenses resolvendo casos policiais com uma mãozinha da ciência… Mas isto pouco importa.

A música que toca na abertura dos episódios deste seriado, é da banda The Who:


Who Are You?, em CSI: Las Vegas.

Este seriado já deu origem a outros dois seriados derivados (Spin-Offs):

Estas duas novas séries também trazem em suas aberturas músicas do The Who:


Won’t Get Fooled Again, em CSI: Miami.

Baba O’Riley, em CSI: New York.

Todas estas três músicas foram compostas pelo guitarrista Pete Townshend. Ele é o sujeito que dia destes estava falando sobre os riscos de se perder a audição ouvindo música alta no iPod… Ele tem competência pra falar do assunto, afinal ele mesmo tem problemas auditivos por conta de tanto tempo escutando Rock nas alturas.

Pseudo Review: Dreamweaver CS3

 

Dia destes eu instalei o Trial do Dreamweaver CS3, soft que custa mais de 500 dolares… Mas só instalei mesmo pra matar a curiosidade de ver como ficou a primeira versão do Dreamweaver lançada pela Adobe (que comprou a Macromedia em 2005.)

A primeira coisa que realmente me impressionou (não que tenha sido uma boa impressão) foi o tamanho do pacote de instalação e o espaço que era necessário em disco pra se instalar o soft.

 

instalando - Thumb

Comparando com as versões anteriores, o aumento no tamanho do instalador é algo bastante considerável… Enquanto o Dreamweaver 8 tinha um instalador de quase 60MB, o Dreamweaver CS3 possui quase 290MB. Sinceramente, não acho que exista justificativa pra tudo isto…

Admito que olhei muito rapidamente e que não me aprofundei o bastante. Mas não vi nenhuma grande novidades no software em sí. Esperava ver algo mais consistente em relação ao CSS, mas só percebi uma forte integração com o Framework de AJAX que a Adobe já trabalha a algum tempo, o Spry. É o que me parece ser ‘a grande novidade’… Mas no final das contas, é só um monte de firulas em javascript. E existem muitas outras opções de frameworks para Ajax.

 

Spry Ajax Framework
Menus do Spry dentro do Dreamweaver

A interface não é muito diferente das versões anteriores, e as funcionalidades aparentemente também não mudaram muita coisa.

 

Interface do Soft - thumb

Além de consumir mais espaço em disco do que eu esperava, ele também está consumindo muito mais processamento do que eu pensava que um ‘simples editor de html‘ deveria consumir.

 

Processamento - Thumb

Percebi que muita coisa “extra” foi instalada junto com o Dreamweaver sem que eu fosse notificado. Listando: Adobe Device Central CS3, Adobe Bridge CS3, Adobe ExtendScript Toolkit 2, Adobe Extension Manager CS3. Destes, só mesmo o Extension Manager eu talvez tivesse algum interesse de manter instalado.

 

Softs intrusos
Os softs que foram instalados…

Como não era mesmo minha idéia voltar a usar o Dreamweaver. Eu tratei logo de liberar meu espaço em HD e dar o devido sossego ao meu processador…

 

Removendo - Thumb

Sinceramente, existem softwares menos custosos pra se trabalhar com desenvolvimento web (html, javascript e css):

Bugzilla para não programadores

 

Bug-Ant

Uma das ferramentas mais importantes para quem trabalha em grandes projetos é a ferramenta que permite controlar (rastrear, monitorar, etc) os Bugs e as suas correções. Existem vários softs específicos para esta tarefa, mas os que já trabalhei ou ví funcionando de perto são: Bugzilla e o Trac.

Encontrei, muito por acaso mesmo, um guia prático e rápido do uso do Bugzilla para quem não é programador… Logo abaixo, segue um fluxograma do ‘ciclo de vida‘ de um Bug dentro do Bugzilla.

Visto no Spread Firefox.

Ciclo de vida de um Bug no Bugzilla