Interação Homem-Computador

Neste semestre de 2019.2, na disciplina de Interação Homem-Computador [DIND0152], já seguindo uma tradição da disciplina, coloquei os alunos para desenvolverem seguindo uma ‘metodologia projetual bastante genérica‘ algumas soluções para um problema artificialmente proposto.

Desta vez, os temas propostos foram pautados por mim e pelo monitor da disciplina em uma ‘piada recorrente‘ sobre “Namoros“, que sempre fazemos ao longo dos semestres em que a disciplina foi ofertada. Algo – em tom de brincadeira – buscando e estabelecendo paralelos e metáforas sobre os modelos mentais distintos e particulares que os indivíduos inseridos dentro de uma mesma sociedade desenvolvem sobre as etapas de um relacionamento.

Desta vez a brincadeira subiu um pouco de nível e a proposta para o trabalho final do semestre foi fazer com que toda a turma, trabalhasse sobre uma mesma temática, “O Namoro” dividindo os alunos em quatro grupos que se dedicaram a propor soluções para desafios pautados em algumas ‘etapas de um namoro/relacionamento’ que nós arbitrariamente definimos:

Grupo 01: O começo
Desafio: Desenvolver um app/site/serviço para que pessoas se conheçam e comecem a namorar.
Grupo 02: O meio
Desafio: Desenvolver um app/site/serviço para conservar a chama acesa e ajudar a manter o namoro.
Grupo 03: O fim
Desafio: Desenvolver um app/site/serviço para ajudar a se livrar daquela mala e voltar pra pista.
Grupo 04: O retorno
Desafio: Desenvolver um app/site/serviço para quem se arrependeu e quer reatar um namoro.

Os desafios foram bem recebidos pelos alunos e num clima ‘Meio lúdico, meio sério’, a proposta do trabalho terminou fazendo com que muitos alunos que nem estavam envolvidos/matriculados com a disciplina discutissem e participassem de problematizações acaloradas sobre os seus próprios modelos mentais… Também foi particularmente divertido, interessante e gratificante ver que esta nossa proposta de trabalho conseguiu ‘furar a bolha’ dos alunos regularmente matriculados na disciplina.

Os grupos tiveram quatro semanas para desenvolver as suas propostas de solução, contando com encontros semanais para acompanhamento e orientação dos trabalhos. Ao final destas quatro semanas, os alunos tinham como missão entregar um par de videos publicados no YouTube.

O primeiro vídeo, descrevendo como o grupo trabalhou a metodologia projetual e nesta metodologia, como se deu a execução de alguns métodos e técnicas, vistos anteriormente na disciplina.

O segundo vídeo, demonstrando o funcionamento da solução que o grupo desenvolveu ao longo do trabalho. Como os alunos não possuem em sua formação disciplinas que de fato possam dar embasamento técnico para a implementação/codificação das propostas, as demonstrações em geral são simulações…

Mas vamos aos resultados obtidos?

O primeiro grupo, que trabalhou com o desafio de desenvolver um app/site/serviço para que pessoas se conheçam e comecem a namorar, entregou os seguintes videos:

Sobre a aplicação das metodologias:

A demonstração da solução:

Foto com o Grupo!


O segundo grupo, que trabalhou com o desafio de desenvolver um app/site/serviço para conservar a chama acesa e ajudar a manter o namoro, entregou os seguintes videos:

Sobre a aplicação das metodologias:

A demonstração da solução:

Foto com o Grupo!


O terceiro grupo, que trabalhou com o desafio de desenvolver um app/site/serviço para ajudar a se livrar daquela mala e voltar pra pista, entregou os seguintes videos:

Sobre a aplicação das metodologias:

A demonstração da solução:

Foto com o Grupo!


O quarto grupo, que trabalhou com o desafio de desenvolver um app/site/serviço para quem se arrependeu e quer reatar um namoro, entregou os seguintes videos:

Sobre a aplicação das metodologias:

A demonstração da solução:

Foto com o Grupo!


Selfie com a turma toda!